Alameda dos Guaramomis, 460 - 04076-010 - Moema - São Paulo/SP    Veja o mapa

(11) 5055-4115 / 5055-2334

atendimento@clinica-lucano.com.br

Tipos de LASERs

LASERs CIRÚRGICOS

São alguns tipos de LASERs que podem ser utilizados em cirurgias como aparelho de corte, tanto nos casos de Cirurgias Plásticas como em todas as outras especialidades cirúrgicas, citamos como exemplos os LASERs de Érbium e de Gás Carbônico que na Ginecologia impuseram uma grande derrota ao HPV vaginal e ao Carcinoma “in situ”do colo do útero, apresentando porcentagem de cura acima de 90% (noventa por cento) e que em cirurgia plástica além de incisarem com precisão e de maneira exangue, propiciam uma melhora de resultados equilibrando e harmonizando as faces rejuvenescidas. Poderíamos citar outros como o Diodo e Nd-YAG, muito utilizados em odontologia para cirurgias de mucosas especialmente na cavidade oral e o Holmiun na urologia além de outros como os Eximers indispensáveis nos dias de hoje em uma clínica oftalmológica.

LASERs AMBULATORIAIS

São aqueles que podem ser usados ambulatorialmente independentemente ou não da necessidade de anestésicos, e que não podem substituir o bisturi frio, isto é não exercem a função corte.

Descreveremos de maneira geral estes LASERs para que se tenha uma visão ampla de sua forma de atuação, criando um conceito genérico importante no conhecimento deste grupo de máquinas. Observe-se que muitos dos LASERs citados como cirúrgicos aparecerão neste grupo, uma vez que sua ação específica é determinada pelo “delivery” ou maneira como aquele pacote de energia é oferecido ao tecido-alvo, e isto varia com o tempo de duração do pulso, com o tempo de duração dos intervalos de pulsos e com a forma de chegada dos raios aos tecidos através dos CPGs e dos fracionamentos.

CARACTERÍSTICAS DOS LASERS

Cabe aqui uma pergunta: “LASER é uma palavra ?” Não LASER é um acronímio ou acrônimo, isto é uma termo formado pela união das iniciais de palavras no idioma Inglês, e quer significar, Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, ou seja luz amplificada estimulando a emissão de radiação, e vamos neste ponto deixar claro que o termo radiação existente no acrônimo refere-se a Radiação Eletromagnética, que compreende toda forma conhecida de “LUZ”, desde a visível até aquela que não é visível ao olho humano.

USO GERAL

Os LASERs podem ser utilizados para os fins mais distintos, indústria – confecção de peças de precisão, corte específicos de materiais; comércio – computadores, impressoras, balanças e medidores de precisão; aviação – medir distâncias, armamentos, etc... o importante é notar que toda atividade humana que necessite de extrema precisão, especificidade e rapidez encontra nos LASERs uma possibilidade real e efetiva. Nos próximos tópicos descreveremos alguns dos aparelhos mais utilizados em Medicina.

LASERs EM MEDICINA

Os LASERs encontraram na Medicina um grande campo de aplicabilidade, e desde sua introdução na década de 60 (sessenta), vem surgindo um número cada vez maior e útil de máquinas. Mostraremos algumas delas evidentemente voltadas para uso em Cirurgia Plástica, nossa especialidade, apesar de que a maioria possa ser utilizada em outras áreas da Medicina, Odontologia, Fisioterapia, etc... como vocês poderão concluir desta leitura.

Abriríamos um novo tópico nesta sessão para citarmos LASERs de utilidade na Medicina e afins, no entanto queremos lembrar daqueles mais usados e que em nossa prática diária podem significar tratamento de 95% (noventa e cinco) dos problemas que nos chegam, o Gás Carbônico, O Nd-YAG, o Rubi, O Erbium e a Luz Intensa Pulsada. Queremos mostrar os LASERs de baixa potência com interessante uso como analgésicos, antiinflamatórios e estimulantes do tecido de granulação e, gostaríamos de citar também aqueles utilizados em Terapia Foto Dinâmica.

Download Free Designs http://bigtheme.net/ Free Websites Templates